sábado, 5 de fevereiro de 2011

E NÃO POSSO AO MENOS SONHAR?

Eu sei que não posso ti ter,
mais peço, deixa pelo mesmo eu sonhar,
por favor não me proibas de ti ter nos meus sonhos.
Será que não é suficiente,
estou longe de você,
e ainda nem poder sonhar contigo??
Quando te vejo meu coração dispara,
minhas pernas tremem,
dá um frio no estômago.
Igual a uma paxonite de adolescente,
sua voz me traz paz,
sua pele me arrepia,
seu beijo nem tenho palavras.
Andando por ai,
não encontro nada igual a você.
A minha estrutura se abala,
perto de você.
E não posso nem ao menos sonhar?

                                                                      autor anônimo

Um comentário:

  1. "Igual a uma paxonite de adolescente" Muito bom quando temos esta sensação, é como um vôo livre sem limites.
    Abraços forte

    ResponderExcluir